Monstros da Montanha – O Diabo Cherokee – YouTube

Política e Economia. ‘Começou a Barbárie’ – Dois dias após a posse de Bolsonaro, madeireiros invadem terra indígena e situação é tensa. Carta Campinas

Apenas dois dias após a posse do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro, um grupo de madeireiros invadiu nesta quinta-feira, 3, as terras indígenas conhecida como Arara, localizada nos municí…

Fonte: Dois dias após posse de Bolsonaro, Madeireiros invadem terra indígena e situação é tensa.

19 de Abril: Dia do Índio

ATIVIDADES de FILOSOFIA
Assista ao vídeo abaixo.
Faça uma pergunta, desenvolvendo a sua curiosidade.
Dê a sua opinião pessoal, desenvolvendo as ideias próprias.
Debates.

‘Professor indígena é morto a pauladas em Santa Catarina.’ — EXAME

Um índio da etnia Xokleng foi assassinado a pauladas na cidade de Penha, a menos de 40 quilômetros de Balneário Camboriú, no litoral norte de Santa Catarina. Embora o crime tenha ocorrido na primeira madrugada do ano, só veio a público nesta quarta-feira (3), quando imagens registradas por câmeras de segurança foram divulgadas e várias…

via Professor indígena é morto a pauladas em Santa Catarina — EXAME

A Lenda da Vitória-Régia

Antropologia

 Pensando nas HISTÓRIAS, COSTUMES e TRADIÇÕES de cada povo e país.

A Lenda da Vitória-Régia

Havia uma índia, jovem e bonita, chamada Naiá, filha de um chefe indígena. Sabendo que a Lua era um guerreiro, por ele, ela se apaixonou. Todas as noites, por muito tempo, subia as colinas e perseguia a Lua na esperança de que a visse e a transformasse em estrela. Porém, a Lua não notava a sua presença e Naiá chorava de tristeza. Uma noite, a jovem chegou à beira de um lago e viu nas águas a imagem da Lua refletida. Ficou radiante. Acreditando que a Lua teria vindo buscá-la, atirou-se em suas águas profundas e nunca mais foi vista. Penalizada com o destino da bela índia, a Lua recompensou seu sacrifício, transformando-a em uma estrela diferente, em uma ‘estrela das águas’, que é a vitória-régia. A vitória-régia, planta amazônica, possui uma enorme folha e suas flores, ora brancas, amarelas, roxas, lilases ou rosas, abrem-se somente à noite, exalando um perfume delicado e agradável.

Origami & Folclore. São Paulo, Êxito, 2003.

Daily Post 7: Meddle. Cultural meddling: Richard Rasmussen. Rituais Indígenas do Brasil

How to become a man?

https://dailypost.wordpress.com/prompts/meddle/

Dança e Canção Indígenas. 19 de Abril: Dia do Índio

‘Mortes de crianças indígenas é 56% maior do que de não-indígenas.’ | Desacato

4-3-e1481979711338

Por Gisele Rodrigues.* Seminário neste fim de semana discutirá temas como mortalidade infantil e educação escolar diferenciada Em média, três mortes foram registradas a cada 100 internações de cria…

Fonte: Mortes de crianças indígenas é 56% maior do que de não-indígenas | Desacato

Daily Prompt 25: Relax

A very cool way to rest: the sleeping nets (hammocks) that the Amerindians invented, very used in Brazil.

Um jeito muito legal pra descansar: as redes de dormir que os índios inventaram, muito usadas no Brasil.

via Sugestão diária: Relax

https://dailypost.wordpress.com/prompts/relax/

Antropologia. Curiosidades sobre a Cultura Indígena

Vitoria-Regia-no-Jardim-Botanico-16.jpg

Cantinho das Perguntas

Atividade inspirada na ‘Pedagogia da Pergunta’, de Paulo Freire.

1- T. Os índios caçam animais para comer?

2- B. Os índios usam lanças ou espadas?

3- A. Como são feitas as roupas dos índios e das índias?

4- A. Por que os índios não usam a pele dos animais que matam para fazer suas roupas?

5- J. Por que eles usam penas na cabeça e madeira na boca?

6- M. Como eles fazem os sapatos? Eles têm sapatos?

7- M. Por que eles fazem rituais?

8- C. Por que para cada cerimônia tem um ritual diferente?

9- K. O que eles comem?

10- V. Por que alguns usam roupas e outros não?

11- P. Como os índios chegaram ao Brasil?

12- J. Como os índios criam suas danças e suas performances?

13- N. De que são feitas as suas armas? Qual o animal mais perigoso para eles e suas tribos?

Filosofia da Arte. Poesia em português e aruak, línguas do Brasil.

ÁGUAS

Manoel de Barros
Traduzido para o Aruak por Elivelton Roberto 
ûne
 
Desde o começo dos tempos águas e chão se amam.
Inuxuati to’ixowo meum ûne poke’e ngahapi
Eles se entram amorosamente e se fecundam
Enomone yu’ukapu omesone oko ahikapu
Nascem formas rudimentares de seres e de plantas, filhos dessa fecundação.
Ohono indukuá xuinati eweseko noneti xexa ewesekone
Nascem peixes para habitar os rios
E nascem pássaros para habitar as árvores
Ohono ho’e koko’iti xuikinu
Ohono ho’openo xuikinu tikoti
Águas ainda ajudam na formação das conchas e dos caranguejos
Ûne enomone dua’axa apéne eyone enone indukowo êno lo’o
As águas são a epifania da natureza.
Ûne ihomuyone ûne exone
Agora penso nas águas do Pantanal
Nos nossos rios infantes
Que ainda procuram declives para correr.
Indoko isoneum ûne huwe’o wituke
Wexone wopoxikuati heu ko’iti ahakowoti
Porque as águas deste lugar ainda são espraiadas para o alvoroço dos pássaros.
Êno ûne poke’e oke’ekone ho’openo xeoko’oko ho’openo 
Prezo os espraiados destas águas com as suas beijadas garças
Konuxowoti ûne ohe’ekoti ho’openo
Nossos rios precisam de idade ainda para formar os seus barrancos
Para pousar em seus leitos
Wituke huweo apéne yiaku xainano inati itukowo inati
Ixowoko imokuane tukuane isone
Penso com humildade que fui convidado para o banquete esta água.
Insoneum kaliketi anzaxikokomo êno kokonoti na ûne
Porque sou de bugre
Porque sou de brejo
Itukenowo xane
Itukenowo yomono
Acho que as águas iniciam os pássaros
 Acho que as águas iniciam as árvores e os peixes
Acho que as águas iniciam os homens. Nos iniciam
Eno ûne enone ho’openo
Eno ûne enone tikoti, ho’e
Eno ûne enone hoyeno
E nos alimentam e nos dessedentam
Nika ûti oiti
Louvo esta fonte de todos os seres, de todas as plantas, de todas as pedras.
Inamati openoti hiko heukoiti enoneti
Louvo as natências do homem do pantanal
Inamati notências hoyeno huweó
Todos somos devedores destas águas
Somos todos começos de brejos e de rãs.
Heuko hiko ûne heuko yomono
E a fala de nossos vaqueiros carrega murmúrios des águas
Enowakana wakeiro eherukuati murmurio ûne
Parece que a fala de nossos vaqueiros tem consoantes líquidas
E carrega de umidez as suas palavras
Koyuhone wakeiro apé enoyoka aimá unepá yupoxowo
Penso que os homens deste lugar são a continuação destas águas
Itukoti insoneum hoyeno omopora owongu korikoowati okowo ûne
Atenção: Alguns erros da língua portuguesa não puderam ser corrigidos.

Antropologia. Um site educativo sobre Cultura Indígena!

CULTURA INDÍGENA
Dia 19 de Abril. Dia do Índio
http://www.indioeduca.org/

Antropologia. A Cultura Indígena com o ‘Cantinho das Perguntas’.

A CULTURA INDÍGENA
Cantinho das Perguntas com Ilustração:
Atividade inspirada em Paulo Freire, ¨Por Uma Pedagogia da Pergunta.¨

1-A. Por que os índios andam nus?
2-P. Por que eles pintam o rosto?
3-A. Existem índios em outros países, além do Brasil?
4-G. Por que eles matam os animais?
5-J. Como conseguem andar pela floresta sem sapatos e roupas?
6-A. Pocahontas era uma índia?
7-K. Os índios já foram escravos?
8-A. As crianças indígenas trabalham?
9-E. Qual é a rotina diária dos índi@s?
10- L.F. Como os índios não ficam doentes tomando água sem tratar?

Antropologia e Ética. Dia 19 de Abril, Dia do Índio.

Dia 19 de Abril, Dia do Índio!

Reflexões:

1- Os povos indígenas ainda ajudam a preservar a natureza?

2- Pode o índio vender os produtos da terra visando lucro?

3- Qual a sua opinião sobre os pedágios indígenas, cobrados em dinheiro dos caminhoneiros e viajantes, em estradas do Brasil afora?

4- Se um índio dirige carro, usa roupas e assiste à TV, ele deixa de ser índio?

5- Você sabe se existem tribos ou índios conectados à internet? Será que alguns deles frequentam Universidades? Por que o fazem e o que você pensa disso?

Código Indígena no Direito Brasileiro: 

http://www.stf.jus.br/arquivo/biblioteca/NovasAquisicoes/2012-02/920341/sumario.pdf

Infanticídio Indígena:

http://oabpb.org.br/artigos/infanticidio-indigena-em-tribos-brasileiras/

Ética e Política. ¨Terras indígenas guardam 20% de todo o carbono das florestas tropicais.¨

Estudo pioneiro, lançado na COP 21 revela que reconhecer territórios indígenas pode ser um aliado de peso para barrar as mudanças climáticas

Fonte: Terras indígenas guardam 20% de todo o carbono das florestas tropicais

ANTROPOLOGIA. CULTURA INDÍGENA

Reflexões:

1- Os povos indígenas ainda ajudam a preservar a natureza?

2- Pode o índio vender os produtos da terra visando lucro?

3- Qual a sua opinião sobre os pedágios indígenas, cobrados em dinheiro dos caminhoneiros e viajantes, pelo Brasil afora?

4- Se um índio dirige carro, usa roupas e assiste à TV, ele deixa de ser índio?

5- Você sabe se existem tribos ou índios conectados à internet? Será que alguns deles frequentam Universidades? Por que o fazem e o que você pensa disso?

6- Os índios tomam água do rio, sem tratamento. Como eles não ficam doentes?

Antropologia. 19 de Abril: Dia do Índio. Índios de Oiapoque. Costumes, Histórias e Tradições.

LIEBSTERBLOGAWARD MLD
Oiapoque é um município brasileiro localizado no extremo norte do estado do Amapá. Sua área é de 22,625 km²; e sua população, de acordo com as estimativas do IBGE em 2009, era de 20.962 habitantes. Sua densidade demográfica é de 0,71 hab/km². 
CANÇÕES INDÍGENAS BRASILEIRAS: