Ética. Bate-papo sobre ETNIAS e Africanidade

Informações:

São cinco as principais ETNIAS ou RAÇAS que formam o povo brasileiro: Vermelha ou Indígena (AMÉRICA) , Branca (EUROPA), Negra (ÁFRICA), Amarela ou Asiática (ÁSIA), e a Parda, assim chamada pela miscigenação da Branca, Vermelha e Negra.  

Reflexões:

1- Eu sou afro-descendente?

2- Existe raça ‘morena’?

3- Você sabia que somente você pode se declarar dessa ou daquela etnia? É um direito garantido pela Constituição Federal do Brasil.

Anúncios

Antropologia Africanidade. UMBANDA

AFRICANIDADE
Candomblé e Umbanda*
Umbanda: a primeira religião nascida no Brasil.

A Umbanda é considerada a única religião criada no Brasil. Foi fundada em 1917, em Niterói, RJ. Ela é  uma junção de elementos africanos (orixás e culto aos antepassados), indígenas (culto aos antepassados e elementos da natureza), católicos (dogmas do cristianismo e seus santos) e espíritas (a reencarnação, a lei do “karma” e o progresso espiritual).¨ Em 16 de Maio de 2012, a presidenta Dilma assinou a Lei 12.644, que instituiu o Dia Nacional da Umbanda no Brasil, a ser celebrado anualmente no dia 15 de Novembro.

Já o Candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram aqui para ser escravos. Longe de suas tribos e nações, eles continuaram a cultuar os seus orixás, as suas divindades. Nesse período, a Igreja Católica proibia quaisquer rituais africanos e, com o apoio do governo da época, considerava o culto criminoso e, por isso, os escravos idolatravam os seus orixás disfarçando-os de santos católicos.¨ Um exemplo disso é a figura de Iemanjá, “Yèyé omo ejá”,no idioma Yorubá, chamada popularmente de Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição ou Nossa Senhora das Candeias.

http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2012/lei-12644-16-maio-2012-612989-publicacaooriginal-136103-pl.html
https://mariadario.wordpress.com/2015/06/15/antropologia-os-orixas-e-os-santos-catolicos-correspondentes-na-umbanda-instituto-cultural-ogum-da-estrela-guia/

ARQUIVO. Antropologia, Ética e Economia. ‘Corte de orçamento obriga Museu Afro-Brasil a demitir.’ – Cultura – Estadão

ARQUIVO

A Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo demitirá 25 funcionários do Museu Afro-Brasil, além de diminuir investimentos em exposições e trabalhos realizados no local, devido ao corte no seu orçamento pelo governo federal.Nesse ínterim, o MEC pede a todos os professores que ensinem mais e mais acerca de Africanidade.

Foi assim que preparei esta aula, para mostrar aos alunos que, na verdade, esse assunto não tem a devida relevãncia no Brasil: ao invés de enaltecer e valorizar a cultura afro-brasileira e os afrodescendentes, já tão destratados em nossa nação, o govermo federal retira verbas do único lugar oficial do estado onde a Africanidade não poderia ser deixada em segundo plano.

Provavelmente, este corte no orçamento também ocorrerá com relação à cultura indígena e seus museus, mas como o mês do índio é em Abril, só teremos esta notícia no próximo mês.

Por que isso, presidenta Dilma Rousseff? Vossa Excelência não garantiu que a Educação é prioridade do seu governo?

Emanoel Araújo

Emanoel Araújo

Corte de orçamento obriga Museu Afro Brasil a demitir – Cultura – Estadão.

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA. Desde 1971!

Dia da Consciência Negra
20. 11. 2014

Antropologia. Africanidade. O cruel tratamento destinado aos negros durante a escravidão, cantado por Dorival Caymmi.

Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Eu quero morrer de noite, na tocaia me matar
Eu quero morrer de açoite se tu, negra, me deixar
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Meu amor, eu vou-me embora, nessa terra vou morrer
Um dia não vou mais ver, nunca mais eu vou te ver
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Eu quero morrer de noite, na tocaia me matar
Eu quero morrer de açoite se tu, negra, me deixar
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê (Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê)
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Meu amor, eu vou-me embora, nessa terra vou morrer
Um dia não vou mais ver, nunca mais eu vou te ver
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê (Lerê, lerê, lerê, lerê, lerê…)
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Clique na imagem de Caymmi para ouvir a canção!
A Escrava Isaura – Bernardo Guimarães – Primeiro Capítulo
https://www.youtube.com/watch?v=bMBUT2sg-w0
¨Cantinho das Perguntas¨
Quem é curioso sabe mais. Quem é curioso vai mais longe.
¨Por Uma Pedagogia da Pergunta¨. Paulo Freire

Ética e Antropologia. Tolerância religiosa: a Umbanda e o Candomblé

¨A Umbanda é considerada a única religião criada no Brasil. Foi fundada em 1917, em Niterói, RJ. Ela é  uma junção de elementos africanos (orixás e culto aos antepassados), indígenas (culto aos antepassados e elementos da natureza), católicos (dogmas do cristianismo e seus santos) e espíritas (a reencarnação, a lei do “karma” e o progresso espiritual).¨ Em 16 de Maio de 2012, a presidenta Dilma assinou a Lei 12.644, que instituiu o Dia Nacional da Umbanda no Brasil, a ser celebrado anualmente no dia 15 de Novembro.
http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2012/lei-12644-16-maio-2012-612989-publicacaooriginal-136103-pl.html

¨Já o Candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram aqui para ser escravos. Longe de suas tribos e nações, eles continuaram a cultuar os seus orixás, as suas divindades. Nesse período, a Igreja Católica proibia quaisquer rituais africanos e, com o apoio do governo da época, considerava o culto criminoso e, por isso, os escravos idolatravam os seus orixás disfarçando-os de santos católicos.¨ Um exemplo disso é a figura de Iemanjá, “Yèyé omo ejá”,no idioma Yorubá, chamada popularmente de Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição ou Nossa Senhora das Candeias.

http://candomble-umbanda.tumblr.com/

2 de Fevereiro. Dia de Iemanjá. Rainha do Mar

Antropologia. Cultura Afro-brasileira. CAPOEIRA

Banner by Heidy Dudley Liebster Blog Award

Cultura Afro-Brasileira
Capoeira
ZUM ZUM ZUM

ZUM, ZUM, ZUM
CAPOEIRA MATA UM (4x)
ONDE TEM MARIMBONDO
É ZUM, ZUM, ZUM (4x)
OAOAE
QUERO VER BATER, QUERO VER CAIR (4x)

Entradas Mais Antigas Anteriores