‘Sistema Cantareira está com 30% menos água do que em 2017.’ — VEJA SÃO PAULO

O sistema Cantareira, responsável pela maior parte do abastecimento hídrico da capital, está neste domingo (20) com 47,9% da capacidade, 0,2 ponto percentual a menos na comparação com o sábado. O índice em queda ocorre apesar da chuva que atingiu a região de Atibaia, Vargem Grande Paulista e Mairiporã no dia anterior, que foi de…

via Sistema Cantareira está com 30% menos água do que em 2017 — VEJA SÃO PAULO

Anúncios

‘Finalmente descobrimos por que a água não se comporta como nenhum outro líquido conhecido.’ Hipescience

Não parece, mas a água é super estranha em comparação com outros líquidos. Agora, cientistas acreditam ter descoberto por quê.

Fonte: Finalmente descobrimos porque a água não se comporta como nenhum outro líquido conhecido

Água!

O nível do Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da Grande São Paulo, alcançou 90,8% da capacidade neste domingo, 5, considerando-se as duas cotas do volume morto, de acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O volume é 0,3 ponto porcentual maior na comparação com sábado e é quase…

via Nível do Cantareira atinge 90,8%, quase o dobro do que há um ano — VEJA.com

Poesia Galega. ‘PARTOS DO OUTONO’ — Tirar do fío

Desborda a auga.

Desbordan as palabras.

Partos do outono.

via PARTOS DO OUTONO — Tirar do fío

Filosofia da Arte. Poesia em português e aruak, línguas do Brasil.

ÁGUAS

Manoel de Barros
Traduzido para o Aruak por Elivelton Roberto 
ûne
 
Desde o começo dos tempos águas e chão se amam.
Inuxuati to’ixowo meum ûne poke’e ngahapi
Eles se entram amorosamente e se fecundam
Enomone yu’ukapu omesone oko ahikapu
Nascem formas rudimentares de seres e de plantas, filhos dessa fecundação.
Ohono indukuá xuinati eweseko noneti xexa ewesekone
Nascem peixes para habitar os rios
E nascem pássaros para habitar as árvores
Ohono ho’e koko’iti xuikinu
Ohono ho’openo xuikinu tikoti
Águas ainda ajudam na formação das conchas e dos caranguejos
Ûne enomone dua’axa apéne eyone enone indukowo êno lo’o
As águas são a epifania da natureza.
Ûne ihomuyone ûne exone
Agora penso nas águas do Pantanal
Nos nossos rios infantes
Que ainda procuram declives para correr.
Indoko isoneum ûne huwe’o wituke
Wexone wopoxikuati heu ko’iti ahakowoti
Porque as águas deste lugar ainda são espraiadas para o alvoroço dos pássaros.
Êno ûne poke’e oke’ekone ho’openo xeoko’oko ho’openo 
Prezo os espraiados destas águas com as suas beijadas garças
Konuxowoti ûne ohe’ekoti ho’openo
Nossos rios precisam de idade ainda para formar os seus barrancos
Para pousar em seus leitos
Wituke huweo apéne yiaku xainano inati itukowo inati
Ixowoko imokuane tukuane isone
Penso com humildade que fui convidado para o banquete esta água.
Insoneum kaliketi anzaxikokomo êno kokonoti na ûne
Porque sou de bugre
Porque sou de brejo
Itukenowo xane
Itukenowo yomono
Acho que as águas iniciam os pássaros
 Acho que as águas iniciam as árvores e os peixes
Acho que as águas iniciam os homens. Nos iniciam
Eno ûne enone ho’openo
Eno ûne enone tikoti, ho’e
Eno ûne enone hoyeno
E nos alimentam e nos dessedentam
Nika ûti oiti
Louvo esta fonte de todos os seres, de todas as plantas, de todas as pedras.
Inamati openoti hiko heukoiti enoneti
Louvo as natências do homem do pantanal
Inamati notências hoyeno huweó
Todos somos devedores destas águas
Somos todos começos de brejos e de rãs.
Heuko hiko ûne heuko yomono
E a fala de nossos vaqueiros carrega murmúrios des águas
Enowakana wakeiro eherukuati murmurio ûne
Parece que a fala de nossos vaqueiros tem consoantes líquidas
E carrega de umidez as suas palavras
Koyuhone wakeiro apé enoyoka aimá unepá yupoxowo
Penso que os homens deste lugar são a continuação destas águas
Itukoti insoneum hoyeno omopora owongu korikoowati okowo ûne
Atenção: Alguns erros da língua portuguesa não puderam ser corrigidos.

Filosofia da Ciência e Ética. ‘Água do Mar em Água Potável’. Bio Solus

Filosofia da Ciência e Ética
O Uso da Água

Filosofia da Ciência. Fábrica de Água? Pedro Ricardo Paulino.SP

Máquina de fazer água?

Será mesmo?

Em época de estiagem no Sudeste, ¨Pedro Ricardo Paulino é engenheiro mecatrônico e inventou um jeito para fabricar água. Patenteou há quatro anos a Wateair – uma máquina elétrica que é capaz de criar o líquido através da umidade do ar.¨

https://catracalivre.com.br/geral/sustentavel/indicacao/em-sao-paulo-engenheiro-inventa-maquina-que-faz-agua/
http://www.wateair.com.br/
(Aula sugerida por D.S.D. e N.S.V.)

 

Atividade:

Cantinho das Perguntas‘*

Depois do bate-papo sobre o assunto acima, elenquem suas perguntas, desenvolvendo a sua curiosidade.

1) Os cientistas são importantes? Por quê?

2) Eles estão a serviço da humanidade, exclusivamente?

3) Quanto tempo foi necessário até a conclusão desse projeto?

4)  ————————————- ?

    5) ———————————————————————- ?

6)—————————————————-?

7)————————————————————-?

Por Uma Pedagogia da Pergunta¨. Paulo Freire
Quem é curioso sabe mais. Quem é curioso vai mais longe.

Entradas Mais Antigas Anteriores