Uma estrela ética, Madonna.

A Alta Corte do Malawi deu aprovação nesta terça-feira para Madonna adotar duas crianças, elevando para quatro o número de crianças que a cantora adotou do país africano, disse uma autoridade do tribunal. Veja tambémEntretenimentoTrump chama Madonna de ‘repugnante’ em entrevistaquery_builder 27 jan 2017 – 11h01EntretenimentoMadonna revela caso com Michael Jackson: ‘Ele era tímido’query_builder 8…

via Madonna recebe permissão para adotar duas crianças do Malawi — VEJA.com

Antropologia. Conhecendo os COSTUMES, TRADIÇÕES e HISTÓRIAS de cada povo e país. 2 de Fevereiro. Dia de Iemanjá. Rainha do Mar

Antropologia. Grupo Raça. Capoeira

Antropologia e Ética. Afro-descendentes no Brasil, com muito orgulho!

Lenda africana: ‘O coração do baobá’.

Reflexões:

Você sabia que existem cinco etnias no Brasil graças à mobilidade e miscigenação dos povos ao longo do tempo? São elas: Indígena ou Vermelha (América); Branca (Europa); Negra (África); Asiática ou Amarela (Ásia) e Parda, fruto da miscigenação da Indígena com a Branca, da Indígena com a Negra e da Negra com a Branca.

Você sabe a qual etnia você e sua família pertencem?

Por que algumas pessoas chamam Negros e Pardos de ‘morenos’? Será que dizer Negro ou Pardo ofende, magoa?

Filosofia da Arte. A Arte do Grafite!

Pense em uma igreja. Ela provavelmente será uma construção com algumas cúpulas, uma capela e cores sóbrias, não é mesmo? Não se vocês estiver pensando nesta incrível igreja abandonada na cidade de Youssoufia, no Marrocos, que foi coberta com muitas cores pelo artista Okuda San Miguel. A igreja se tornou um mural em 360º, que ganhou […]

via Igreja abandonada no Marrocos faz sucesso após sofrer incrível intervenção — VIVIMETALIUN

Para Pensar+: http://www.infoescola.com/artes/a-arte-do-grafite/

Antropologia. Cultura Africana. O CRÂNIO ALONGADO DO POVO MANGBETU

Fonte: O CRÂNIO ALONGADO DO POVO MANGBETU

ANTROPOLOGIA. ‘Os Orixás e os santos católicos correspondentes na Umbanda’. INSTITUTO CULTURAL OGUM DA ESTRELA GUIA

No período da colonização brasileira, mais de quatro milhões de africanos cruzaram o Atlântico. Provenientes de diferentes regiões da África, foram separados de seus conterrâneos (nações) e divididos em senzalas, para evitar rebeliões.

Isso resultou numa mistura de povos e costumes, que foram concentrados de formas diferentes nas diversas localidades brasileiras pois os escravos possuíam suas próprias danças, cantos, santos e festas.

Aos poucos, foram misturando os ritos católicos, presentes com os elementos dos cultos africanos, e associando seus orixás aos santos, numa tentativa de resgatar a atmosfera do seu passado e de burlar a proibição de exercerem suas religiões.

As práticas daquela época acabaram impulsionando a formação de religiões cultuadas hoje em dia, como o Candomblé e a Umbanda, com forte penetração na Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Exu – Senhor dos caminhos, orixá mensageiro e vencedor de demandas. É também o orixá das causas materiais. Seu dia é a segunda-feira. Veste-se de vermelho e preto e seu elemento é o fogo. No sincrestismo é associado a Santo Antônio. E, por suas características e cores, injustamente ao Diabo.

Ogum – É o orixá guerreiro. Deus do ferro e da guerra. Seu domínio são as lutas e o trabalho. Suas cores são o azul escuro, o verde ou vermelho. Seu dia é a terça-feira. Seu elemento é o fogo. É associado a São Jorge.

Oxossi – É o protetor das matas, dos animais da florestas e dos caçadores. Traz sempre o eu Ofá (arco e flexa). Suas cores são o verde, azul turquesa e o vermelho. Seu dia é a quinta-feira. Seu elemento é a terra. É associado a São Sebastião.

Ossaim – É o orixá das eras medicinais e das plantas em geral. Suas cores são o verde e rosa. Seu dia é a quinta-feira. Seu elemento é o ar. É associado a São Roque.

Obaluaiê ou Omulu – O orixá das pestes e das doenças de pele. Conhece a cura de todos os males. Suas cores são o branco e o preto. Seu dia é a segunda- feira. Seu elemento é a terra. É associado a São Lázaro e São Roque.

Oxumaré – É o orixá da sorte, da fartura e da fertilidade. Protetor das mulheres grávidas. Seus domínios são os poços e as fontes das matas. Suas cores o verde e o amarelo ou com as cores do arco-iris é representado por uma serpente. Seu dia é a quinta-feira. Seus elementos são a água e a terra. É associado a São Bartolomeu.

Ewá- É a orixá das chuvas, rainha dos mistérios e da magia. Suas cores são o vermelho e o branco. Seu dia é o sábado. Seu elemento é água. É associada a Nossa Senhora das Neves.

Xangô – É o Senhor da Justiça, do trovão e da pedreira. Suas cores são o vermelho e o branco. Seu dia é a quinta-feira. Seus elementos são o ar e a terra. É associado a São Jerônimo, Santo Antonio, São Pedro , São João Batista, São José e São Francisco de Assis.

Oxum – É a rainha dos rios e das cachoeiras, do ouro e do amor. Suas cores são o amarelo, dourado, azul claro e rosa. É a segunda esposa de Xangô. Seu dia é o sábado. Seu elemento é a água. É associada a Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora das Candeias.

Iansã – É a deusa guerreira, senhora dos ventos, das tempestades e dos raios. É a mulher principal de Xangô. Suas cores são o vermelho, amarelo, marrom escuro e o branco. Seu dia é a quarta-feira. Seus elementos são a água, o ar e o fogo. É associada a Santa Bárbara.

Logun-Edé – Seus domínios são os leitos dos rios e os mares. É filho de Oxum com Oxossi. Suas cores são o amarelo e o azul. Seu dia é a quinta-feira. Os seus elementos são a água e a terra . É associado a São Miguel Arcanjo e Santo Expedito.

Obá – Os seus domínios são as águas revoltas. É uma das esposas de Xangô. Suas cores são o amarelo e o laranja. Seu dia é a quarta-feira. O seu elemento é a terra. É associada a Santa Catarina, Santa Joana D’Arc e Santa Marta.

Iemanjá – É o orixá da harmonia em família, a rainha dos mares e a mãe dos orixás. Suas cores é o azul e o branco ou o verde claro. Seu dia é a sexta-feira. Seu elemento é a água. É associada a Virgem Maria, principalmente  Nossa Senhora dos Navegantes. Sincretizada no Rio de Janeiro com Nossa Senhora da Glória tem o seu dia comemorado em 15 de agosto.

Nanã – É o orixá feminino mais velho. É a mãe de Oxumaré e Obaluaiê. É a protetora dos doentes desenganados. Suas cores é o lilás, branco e o azul. Terça-feira é o seu dia. Seu elemento é a água. Associada a Santa Ana, mãe de Maria.

Ibeji – Os orixás gêmeos, protetores das crianças e da família. Suas cores são o azul, o rosa e o verde. Seu dia é o domingo. Seu elemento é o fogo. É associado a Cosme e Damião.

Oxalá – É considerado o pai de todos os orixás. É o mais velho e o primeiro a ser criado. É responsável pela criação do mundo e dos seres humanos. É o orixá da agricultura, que traz a chuva e fecunda os campos. Está associado à Justiça e ao equilibro. É associado a Jesus e cultuado nas seguintes formas: Oxalufã (Oxalá Velho), orixá da paz, veste-se de branco e seu dia é a sexta-feira. Oxaguiã (Oxalá Moço), orixá valente e guerreiro, considerado filho de Oxalufã. Veste-se de branco e seu dia também é a sexta-feira

Postado por Instituto Cultural Ogum da Estrela Guia.

Oxum

Antropologia Africanidade. UMBANDA

AFRICANIDADE
Candomblé e Umbanda*
Umbanda: a primeira religião nascida no Brasil.

A Umbanda é considerada a única religião criada no Brasil. Foi fundada em 1917, em Niterói, RJ. Ela é  uma junção de elementos africanos (orixás e culto aos antepassados), indígenas (culto aos antepassados e elementos da natureza), católicos (dogmas do cristianismo e seus santos) e espíritas (a reencarnação, a lei do “karma” e o progresso espiritual).¨ Em 16 de Maio de 2012, a presidenta Dilma assinou a Lei 12.644, que instituiu o Dia Nacional da Umbanda no Brasil, a ser celebrado anualmente no dia 15 de Novembro.

Já o Candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram aqui para ser escravos. Longe de suas tribos e nações, eles continuaram a cultuar os seus orixás, as suas divindades. Nesse período, a Igreja Católica proibia quaisquer rituais africanos e, com o apoio do governo da época, considerava o culto criminoso e, por isso, os escravos idolatravam os seus orixás disfarçando-os de santos católicos.¨ Um exemplo disso é a figura de Iemanjá, “Yèyé omo ejá”,no idioma Yorubá, chamada popularmente de Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição ou Nossa Senhora das Candeias.

http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2012/lei-12644-16-maio-2012-612989-publicacaooriginal-136103-pl.html
https://mariadario.wordpress.com/2015/06/15/antropologia-os-orixas-e-os-santos-catolicos-correspondentes-na-umbanda-instituto-cultural-ogum-da-estrela-guia/

Filosofia da Ciência. A Dengue em 1 Minuto

A Dengue em 1 Minuto

TV Estadão

http://tv.estadao.com.br/videos,geral,5-fatos-que-voce-nao-sabia-sobre-a-dengue,405861

ÉTICA ANIMAL. ‘Último rinoceronte branco macho tem escolta 24h; veja espécies em extinção.’ MSN Notícias

Último rinoceronte branco macho tem escolta 24h; veja espécies em extinção.

Atualização: hoje, 20-03-2018, ocorreu a sua morte, aos 45 anos.

https://g1.globo.com/natureza/noticia/ultimo-rinoceronte-branco-do-norte-macho-do-mundo-morre-no-quenia.ghtml

‘Macacos da América do Sul tiveram origem na África, dizem cientistas.’ – Ciência – Estadão

Macacos da América do Sul tiveram origem na África, dizem cientistas – Ciência – Estadão.

Antropologia. Cultura Afro-brasileira. CAPOEIRA

Banner by Heidy Dudley Liebster Blog Award

Cultura Afro-Brasileira
Capoeira
ZUM ZUM ZUM

ZUM, ZUM, ZUM
CAPOEIRA MATA UM (4x)
ONDE TEM MARIMBONDO
É ZUM, ZUM, ZUM (4x)
OAOAE
QUERO VER BATER, QUERO VER CAIR (4x)

Filosofia da Ciência. Invenções Científicas. Gel para BANHO SECO.

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

Um estudante de uma universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, Ludwick Marishane, inventou um gel que substitui o banho. Se for usado de forma adequada, o jovem cientista garante que não há necessidade de usar água, sabonete, molhar o banheiro, colocar a toalha para secar, etc.. Leia bem o artigo abaixo e faça perguntas para os debates em sala de aula.  (¨Por Uma Pedagogia da Pergunta¨. Paulo Freire)

Bom trabalho!

http://www.megacurioso.com.br/invencoes-malucas/25505-gel-criado-por-estudante-permite-tomar-banho-sem-usar-agua.htm

 

AnTroPoLoGiA. Uma História Africana. O Olho do Hipopótamo

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

O OLHO DO HIPOPÓTAMO

Um hipopótamo atravessava um rio quando um de seus olhos saltou e caiu dentro dágua. Nervoso, rodava, rodava, rodava, procurando-o, e não conseguia encontrá-lo.

Vendo-o naquela aflição, os pássaros que estavam por perto gritaram: _ Não se afobe, procure manter a calma. Também os peixes e as rãs apareceram para dar apoio ao pobre animal: _ Procure se tranquilizar, tudo acabará bem!

Então, ouvindo-os, o hipopótamo começou a se acalmar. Enquanto isso, a lama baixou, a água clareou e ele encontrou o seu olho no leito do rio. Apanhou-o e recolocou-o no lugar.

ATIVIDADES:

Tente elencar algumas perguntas sobre esta fábula, desenvolvendo a sua CURIOSIDADE.

Tente, também, dar a sua opinião sobre ela, desenvolvendo as suas IDEIAS PRÓPRIAS.

104163_Papel-de-Parede-Hipopotamo--104163_1400x1050