Amor do Campo

Tenho memórias com grilos, colchão de palha e telhado com telhas simples, sem laje…

Ética e Educação. Crianças… mais infância e menos sofrimento.

Alguns problemas das crianças que muitas vezes nos passam despercebidos!

1- Possuem doenças crônicas – tomam remédios por toda a vida.

2- Têm necessidades especiais – são surdas, mudas, cegas, cadeirantes, etc.

3- Sofrem abuso sexual e são usadas na prostituição – fazem programas para ajudar as suas famílias.

4- Servem ao tráfico de drogas.

5- Trabalham no campo (agricultura) ou na cidade (semáforos, lixões e lava a jato).

ARQUIVO. QUEM VIVE NO CAMPO TERÁ MAIS CHANCES PARA ESTUDAR

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

ARQUIVO

¨Terça-feira, 20 de março de 2012.

Olá,

A presidenta Dilma lançou hoje o Programa Nacional de Educação no Campo – Pronacampo, que oferece apoio técnico e financeiro aos estados, Distrito Federal e municípios para implementação da política de educação do campo, atendendo escolas rurais e quilombolas. O investimento anual do programa será de R$1,8 bilhão.

“Dentro da nossa estratégia de combate à miséria, junto com o Bolsa Família, a nossa busca ativa, este programa é um dos eixos
estratégicos porque aposta não só em retirar as pessoas das condições de miséria a que foram condenadas durante décadas, mas implica sobretudo em garantir que as gerações futuras terão um outro tipo de horizonte de oportunidades à sua frente”, disse a presidenta, em solenidade no Palácio do Planalto.

Serão criados o Programa Nacional do Livro Didático – em que três milhões de estudantes receberão material relacionado à realidade do campo – e o Mais Educação, que oferecerá diversas atividades pedagógicas.

A formação de professores também receberá atenção especial, com oferta de aperfeiçoamento para profissionais do campo e de escolas
quilombolas. Para desenvolver a educação de jovens e adultos e a educação profissional e tecnológica, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Campo apoiará a inclusão social dos jovens e trabalhadores do campo, destinando 120 mil bolsas de estudo.

Quanto ao eixo de infraestrutura física e tecnológica, o programa apoiará a construção de três mil escolas e a aquisição de oito mil ônibus escolares, além de promover a educação digital e o uso pedagógico da informática por meio da instalação de recursos digitais em 20 mil centros educacionais até 2014.¨

Leia também
Mais educação para quem vive no campo.
http://www.dilma.com.br/site/archives/6854

Bolsa Atleta tem aumento de mais de 30%.
http://www.dilma.com.br/site/archives/6835

Dilma recebe o presidente da FIFA.
http://www.dilma.com.br/site/archives/6819