ARQUIVO. Política. Dilma um ano depois da reeleição: a desilusão de seus eleitores.

belágua ma uol com br.PNG

ARQUIVO

O impeachment vem ou não vem?

A inflação nos alimentos e nas contas de energia elétrica e água esvazia os bolsos dos brasileiros de forma revoltante. O desemprego cresce. E você, presidenta, posa dizendo ‘que o Brasil tem problemas, mas que não está doente’; ‘que o Brasil enverga, mas não quebra’; ‘que o povo brasileiro vai tirar o país dessa’. Afinal, onde foi que você mais errou no primeiro mandato? Foi falta de planejamento e endividamento, foi falta de traquejo com os políticos do Congresso Nacional, foram os gastos com a Copa do Mundo? Até em Belágua, cidade conhecida como ‘dilmista’, no estado do Maranhão, os eleitores se dizem totalmente arrependidos de tê-la reeleito.

Quanto eu lamento de tê-la escolhido, presidenta, você, que mentiu para os seus eleitores na hora de se reeleger para o desastroso segundo mandato, alertando que o candidato da oposição cometeria todos os arrochos possíveis! Espero que o assunto do impeachment seja retomado em breve e que providências urgentes sejam tomadas pelo seu afastamento imediato.

Será que é a elite econômica e intelectual que terá que arrumar a casa de novo? Que retrocesso!

jegue google

Ética. ‘O suicído do co-piloto: expressão do niilismo da cultura pós-moderna?’. Leonardo Boff

Ética
O suicídio é algo planejável, fruto de desilusão ou uma loucura momentânea?
A opinião de Leonardo Boff.

Leonardo Boff

O suicídio premeditado do co-piloto Andreas Lubitz daGermanwings levando consigo 149 pessoas, suscita várias interpretações. Havia seguramente um componente psicológico de depressão, associado ao medo de perder o posto de trabalho. Mas para chegar a esta solução desesperada de, ao voluntariamente pôr fim a sua vida, levando consigo outros 149, implica em algo muito profundo e misterioso que precisamos de alguma forma tentar decifrar.

Atualmente este medo de perder o emprego e viver sob uma grave frustração por não poder nunca mais realizar o seu sonho, leva a não poucas pessoas à angústia, da angústia, à perda do sentido de vida, e esta perda, à vontade de morrer. A crise da geosociedade está fazendo surgir uma espécie de “mal-estar na globalização” replicando o “Mal-estar na cultura de Freud.

Por causa da crise, as empresas e seus gestores levam a competitividade até a um limite extremo, estipulam metas quase inalcançáveis, infundindo…

Ver o post original 709 mais palavras