Política. ‘A democracia sob censura: Golpe de Estado, nova era de dominação burguesa e horizontes da esquerda no Brasil’ — Blog da Boitempo

Por Carlos Eduardo Martins / “Cabe às esquerdas buscar elementos comuns a partir de sua diversidade para se unificarem numa frente política, cultural e ideológica nacional-popular e antifascista. Trata-se da confrontação entre perspectivas civilizatórias num contexto de eclipse da democracia liberal burguesa.”

via A democracia sob censura: Golpe de Estado, nova era de dominação burguesa e horizontes da esquerda no Brasil — Blog da Boitempo

Política. Como e por que ‘GOLPE’?

A Boitempo preparou uma lista de 10 leituras para pensar o que significa afinal falar em Golpe a esta altura. São 15 livros de autores principalmente nacionais (alguns internacionais também), contemporâneos e clássicos, que refletem sobre democracia, ditadura, estado de exceção, crise de legitimidade, movimentos sociais, história política e econômica do Brasil, de diversas perspectivas no espectro do pensamento de esquerda: do direito, passando pela sociologia do trabalho, pela ciência política, pela filosofia, pela psicanálise, pela história e até pelo esporte! Vale a pena conferir.

via 10 livros para pensar o Golpe — Blog da Boitempo

¨Os direitos trabalhistas sob o fogo cruzado da crise política¨. Jorge Luiz Souto Maior

Ética e Política. Direitos trabalhistas em xeque?

Blog da Boitempo

Por Jorge Luiz Souto Maior.

Os direitos trabalhistas sempre estiveram no centro das crises políticas do país, determinando mobilizações, avanços, retrocessos e até golpes, mas essa proeminência da questão trabalhista nunca foi abertamente assumida.

​A escravidão, que nos acompanhou durante quase quatrocentos anos, foi uma forma de regulação da divisão social do trabalho e quando estava para ser superada estabeleceu-se um debate entre, de um lado, aqueles que pretendiam acabar com a escravidão por razões humanitárias de cunho liberal e, de outro, os que se opunham por conservadorismo, por racismo ou por simples lógica econômica, afirmando, neste último aspecto, que o fim da escravidão levaria o país à bancarrota. Posta a questão nos limites desse debate o efeito foi que a escravidão acabou, mas a situação dos ex-escravos continuou social, econômica e politicamente um desastre.

No período da primeira República, domina a avaliação do papel dos governantes e das…

Ver o post original 4.945 mais palavras

Política. Sobre ditadura e democracia. Festa de lançamento do selo infantil da Boitempo!

Fonte: Festa de lançamento do selo infantil da Boitempo!