Fixo 7 (14). Morriñas, Esperanza. Besos a tí, mi maestra. Hale.

 

A você, Esperanza, a minha admiração pelo seu extenso e rigoroso trabalho filosófico e, principalmente, a minha gratidão, pela educadora excepcional que é e com quem eu tive o privilégio de conviver. Dentre inúmeros ensinamentos seus, aprendi que ‘educar não é encher um balde, mas acender um fogo’, de William Butler Yeats. Simplesmente, inesquecível. Para sempre, obrigada!

Un Relato Personal*

Esperanza Guisán

Placentero es acuerdarme de tí, Esperanza. Eso es.
Romero Britto

Romero Britto

*http://www.usc.es/revistas/index.php/telos/article/view/742/723
¨Introducción a la Ética¨. PDF – Free Download/ https://edoc.site/guisan-esperanza-introduccion-a-la-eticapdf-pdf-free.html
Adenda: este post foi acrescido de ¨Mujeres y Pensamiento en la España  Actual¨, de  Março de  2013, conforme os links abaixo:
http://pendientedemigracion.ucm.es/BUCM/fsl/54718.php
http://pendientedemigracion.ucm.es/BUCM/fsl/54725.php

Fixo 8 (14). Filosofía Hoy faz uma entrevista a Esperanza Guisán, professora emérita da Universidade de Santiago de Compostela. USC

Mais

Fixo 9 (14). ?Adónde fuiste, Esperanza?

Esperanza, amiga e professora, que Deus a receba carinhosamente no céu. Obrigada por ter-me contagiado com o seu amor pela Ética e por ter influenciado tão maravilhosamente a minha vida acadêmica e profissional. Tudo o que posso fazer agora é desejar-lhe um imenso caminho de luz e paz.

27 de Novembro de 2015

¨Existem coisas que o dinheiro não compra.¨ Filosofia Animada. Daniel Carlos

ÉTICA. SOLIDARIEDADE
¨Ajudar os outros dá sentido às nossas vidas. Ajudar os outros nos conduz à felicidade.¨
Esperanza Guisán

Filosofia Animada

Assista ao vídeo e entenda

Ver o post original

Ética. Liberdade com Responsabilidade

Em homenagem a uma aluna que se chamava Jaqueline.

ÉTICA e POLÍTICA. Filosofia Contemporânea. O Utilitarismo por LUÍS ALBERTO PELUSO. Universidade Federal do ABC

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

ÉTICA e POLÍTICA

FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA

O UTILITARISMO por LUÍS ALBERTO PELUSO. UFABC

http://youtu.be/-PL-Pkn7vQU?t=56s

Esse ano completei vinte anos como Mestra em Filosofia e devo-lhe muito por isso, Prof. Peluso. Estudar é um dos meus maiores prazeres e sua participação nessa trajetória sempre será lembrada. A propósito, em um dos primeiros encontros que tivemos em seu gabinete, para discutir qual autor utilitarista eu estudaria, o senhor, sem hesitar, me apontou John Stuart Mill. Me lembro de que me falara também de Harriet Taylor, no mesmo momento, mostrando-me a dedicatória que Mill lhe fizera no ¨Ensaio Sobre a Liberdade¨. Confesso que fiquei admirada, mas um tanto contrariada – até então eu teria preferido estudar J.Bentham, não entendia muito bem a dimensão da sua sugestão. Passaram-se alguns anos até me conhecer melhor e me convencer do seu insight, como fora certeiro. Eu e Mill tínhamos muito em comum. Aliás, eu, Mill e Harriet Taylor.

Atualmente, continuo estudando, frequentando as universidades circunvizinhas, sempre em contato com o mundo acadêmico e, ainda que nem tudo tenha saído como sonhei, o saldo me fora tão favorável que ainda usufruo daquilo que fora o começo, um feito, uma  ‘arrancada’, que eu exploraria de diversas maneiras até hoje. Nas palavras de Mill, talvez, ¨uma árvore que cresceria em todas as direções¨.

Gostaria que soubesse que desfruto de uma liberdade relativa, com pouco ou nenhum sofrimento; que me realizo diariamente, trabalhando ‘Filosofia com Crianças’, e que me lembrarei com carinho das aulas, debates e reuniões que o senhor idealizara para o grupo de mestrand@s da PUCC e bolsistas do CNPq, do qual eu também fiz parte.

Um abraço, meus respeitos e saudades.

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes